Carmen Monarcha e Daniel Gonçalves

Em "Olhares sobre Vinicius", ambos são cativados pela inspiração e criatividade de três compositores eruditos nacionais completamente distintos - o amazonense Claudio Santoro e os cariocas Ronaldo Miranda e João Guilherme Ripper, que encontraram nas obras do poeta, o cenário perfeito para suas canções.

Santoro, com suas "Três canções populares" e " Canções de amor". Miranda, musicando talvez o mais famoso de seus sonetos e Ripper, com "Cinco Poemas de Vinicius", retratando assim, as  varias fases do poeta. Os "olhares" não estariam completos, se não ressaltássemos a mais intrinseca de suas parcerias, a mais clássica, a que construiu a identidade sonora de um Rio de Janeiro em ebulição - a parceria do nosso "poetinha" com seu parceiro eterno, Tom Jobim.