Emmanuele Baldini e Dana Radu

Aluno de Corrado Romano no Conservatório de Genebra, Emmanuele Baldini estudou música de câmara com o Trio di Trieste e com Franco Rossi, aperfeiçoando-se em Berlim e Salzburgo com Ruggiero Ricci. Vencedor de vários concursos internacionais, deu início à carreira solo após vencer o Virtuosité de Genebra. Tanto como solista como em recitais de violino e piano, apresentou-se em cidades europeias como Viena, Munique, Berlim, Budapeste e Paris. Interpretou os principais concertos do repertório para violino, acompanhado de orquestras como a Wiener Kammerorchester, a Rundfunk Sinfonieorchester Berlin, a Orchestre de la Suisse Romande e a Osesp. No repertório camerístico, tocou ao lado de Arnaldo Cohen, Jean-Philippe Collard e Antonio Meneses, entre outros. Emmanuele Baldini foi spalla da Orquestra do Teatro Comunale de Bolonha, da Orquestra de Trieste, da Sinfônica da Galícia e colaborou com a Orquestra do Teatro alla Scala de Milão. Sua discografia inclui gravações para os selos Agorà, Algol, Rivoalto e Phoenix, destacando-se as obras completas para violino e piano de Martucci, “um dos maiores tributos a Martucci” segundo a revista Classic Voice. Baldini é spalla da Osesp desde 2005, ano em que fundou o Quarteto Osesp, do qual é o primeiro violino. Natural da Romênia, Dana Radu formou-se na Universidade de Música de Bucareste. Participou de séries de música de câmara como "Um Certo Olhar", série realizada dentro da programação OSESP na sala São Paulo, "Uma Temática Poética do Lied", ministrada pelo violoncelista e professor Peter Dauelsberg e realizada no CCBB de São Paulo, em 2007. Em 2011 se apresentou junto ao Quarteto OSESP na Sala São Paulo. Participou de Festivais como Festival Internacional de Música de Campos do Jordão, Festival de Londrina, Festival de Ópera de Manaus, e do Festival Música nas Montanhas , em Poços de Caldas. Fez parte da equipe musical do concurso Pré-Estréia, realizado pela TV Cultura. Gravou junto à contrabaixista Ana Valeria Poles o CD "Por Toda Minha Vida”. Com o violinista Emmanuele Baldini gravou o CD "Sonatas de Camargo Guarnieri", lançado pelo selo sueco Bis. Em fevereiro de 2012 gravou a Missa Orbis Factor de Aylton Escobar, junto ao coro da OSESP. Atualmente exerce atividade como pianista da Fundação Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo.