Guilherme de Camargo - Três Séculos de Cordas Dedilhadas

O projeto “Três Séculos de Cordas Dedilhadas” vem coroar anos de pesquisa e estudos realizados por Guilherme de Camargo, em que o repertório para alaúde renascentista, guitarra barroca, teorba, guitarra romântica e viola de arame é contemplado. Este repertório, embora vasto e rico em sua constituição, raramente pode ser visto nas salas de concerto do país, particularmente em recital que abranja todos os instrumentos simultaneamente.
Guilherme de Camargo afirma-se como o principal representante das cordas dedilhadas antigas no Brasil, e uma circulação consistente do repertório solo para estes instrumentos preencherá uma lacuna substancial no cenário musical do Brasil.
O interesse da platéia está na riqueza timbrística destes instrumentos ainda pouco conhecidos no Brasil. Além disso, a beleza física dos instrumentos, bem como suas particularidades de construção, desperta a atenção do público, que se envolve com o repertório executado na mesma medida em que passa a conhecer os instrumentos apresentados pelo artista.
Anos de pesquisa de repertório, associados ao aprimoramento técnico na execução de cada instrumento, possibilitam ao artista executar de maneira competente e inédita, a música escrita entre os séculos XVII e XIX, em toda a Europa e também no Brasil. Cada um dos instrumentos escolhidos neste projeto de circulação apresenta características peculiares de estilo, técnica de execução e timbre.