Izaias e seus Chorões

O grupo surgiu durante o ano de 1974, em reuniões informais entre amigos, amantes e estudiosos do choro, com a finalidade de divulgar uma forma de tocar e divulgar este gênero no seu modo mais puro, como fora concebido há mais de cem anos, procurando dessa forma conservar suas raízes. Além do fato desse pequeno grupo ser amante de tão tradicional forma de se  tocar música popular, houve também um grande interesse de preservação.

A música popular brasileira em geral como também o choro, exige muito mais do músico, quer em habilidade técnica, interpretação, e um pleno domínio harmônico rítmico e melódico. O que certamente exigirá do pretendente a “chorão” ou a músico de MPB de alta qualidade a um número bem maior de anos de estudo e prática.

 

Muitos são fatores que inspiraram a persistir nessa trilha. Muitos foram os ídolos que nos legaram essa escola maravilhosa que é o choro na sua mais pura essência. Podemos citar, entre dezenas de referências, Pixinguinha, Jacob Bittencourt, Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Anacleto de Medeiros, entre outros.

As apresentações dos “chorões” resumem-se em executar os clássicos do choro de alguns dos compositores acima mencionados, além de composições do próprio conjunto e o objetivo é procurar transmitir ao público o choro dos chorões na sua forma mais autêntica.

O grupo já participou de diversos projetos em Teatros, SESCs de São Paulo e interior, algumas viagens pelo exterior, como Mendoza e Buenos Ayres (Argentina), Lima (Perú), Montevideu (Uruguai) e certos festivais na Europa, em Rudolstadt, Colonia e Frankfurt (Alemanha), Krënz (Austria)

St. Germain e Poissy (França).